_sobre_historico

A Universidade Federal do Ceará é uma autarquia. Isso significa dizer que ela é uma entidade de administração autônoma, porém tutelada pelo Ministério da Educação – MEC. Seu nascimento, em 16 de dezembro de 1954, foi resultante de uma demanda antiga do povo cearense. A data de instalação, contudo, viria a ser 25 de junho do ano seguinte.

Tendo como “pai”, grande idealizador e primeiro Reitor o Prof. Antônio Martins Filho, aquela UFC dos primeiros tempos tinha um nome diferente: Universidade do Ceará. Era constituída pela Escola de Agronomia, Faculdade de Direito, Faculdade de Medicina e Faculdade de Farmácia e Odontologia. Era restrita à capital Fortaleza e já tinha até lema: “O universal pelo regional”. A sentença acompanha a Instituição desde sua gênese, uma vez que sempre esteve em sua essência o compromisso com a solução dos problemas locais sem que fosse esquecido o caráter universal de sua produção.

A UFC foi também responsável por turbinar a pesquisa acadêmica no Ceará. Até sua criação, as atividades científicas por aqui eram dispersas, pouco documentadas e restritas a profissionais vinculados a instituições como o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS) e o extinto Instituto de Pesquisa e Experimentação do Nordeste (IPEANE). Hoje, a história é diferente: somos a primeira universidade do Norte e Nordeste em número de professores doutores bolsistas de produtividade em pesquisa e já ofertamos mais de 110 cursos de pós-graduação.

Em 2001, foi abraçado um novo desafio – o de levar o ensino superior ao Interior, com a criação de cursos de Medicina nos municípios de Sobral e Barbalha. O esforço culminou na criação dos campi da UFC em Sobral e no Cariri – que deu origem à Universidade Federal do Cariri (UFCA). E não parou por aí: em 2007, chegamos a Quixadá. Em 2014, a Crateús e Russas. E, no ano de 2018, levamos o ensino superior federal ao município de Itapajé.

A UFC chega a sua sexta década de vida com muitos motivos para comemorar. Abrange, em seu repertório de formações, praticamente todas as áreas do conhecimento; é responsável pelo maior volume da produção de ciência em nosso Estado; entrega ao Ceará e ao Brasil profissionais de alta qualificação; gera e difunde o saber; segue sendo uma instituição estratégica para o crescimento e o desenvolvimento de nossa terra e fortalece, a cada dia, suas sólidas bases de ensino, pesquisa e extensão. Pode bater no peito e orgulhar-se: você também é parte disso.

Com tamanho patrimônio material e imaterial, foi natural para a Universidade a criação de um órgão responsável por coletar, registrar, preservar e difundir sua própria história e memória. Criado em 2007, o Memorial da UFC tornou-se um centro interdisciplinar, subordinado ao Gabinete do Reitor, que tem trabalhado de maneira exemplar com os acervos históricos e conhecimentos ligados à trajetória da Universidade Federal do Ceará.